terça-feira, 30 de abril de 2013


MAIO

Quase a metade
Mês do Trabalho e da Libertação
Das Mães, das Noivas e do meu Irmão
Mês do Sol, do Silêncio
Mês do Nosso Amor...

Com maio virá a tona
Que não se fez inteiro
Nada do prometido
No primeiro de Janeiro

Mas Maio está inteiro
Meia estação
Mais frio que calor
Dificil escrever sobre Maio
E não se lembrar de Amor.
(Rose Bueno)

Nenhum comentário: